Uma homenagem à mulher-mãe!

"E num dia de bendita magia, numa explosão de luz e flor, num parto sadio e sem dor, é capaz, bem capaz, que uma mulher da minha terra consiga parir a paz. Benditas mulheres." Rose Busko

terça-feira, 1 de agosto de 2017

SMAM 2017 - Semana Mundial do Aleitamento Materno

Este ano marca a celebração do 25o aniversário da Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) - um movimento global que busca desencadear ações em prol da promoção do aleitamento materno no mundo todo.

A campanha deste ano vem lembrar que aleitamento não é um assunto somente para mães, mas diz respeito à toda sociedade porque diz respeito à proteção da vida e promoção da saúde.

Alcançamos um marco histórico de reconhecimento dos benefícios do leite materno - hoje o aleitamento materno exclusivo até os seis meses e continuado até os dois anos ou mas é reconhecido como padrão ouro de alimentação infantil. Mas então porque a taxa de aleitamento materno exclusivo e a prevalência do aleitamento ainda são tão baixas?

É preciso debater como o marketing das indústrias dos substitutos do leite materno pode contribuir para o desmame precoce. E mais ainda, é preciso criar estratégias que fortaleçam as boas práticas de promoção, proteção e apoio do aleitamento materno e da alimentação infantil adequada.
Falamos então, de priorizar o fortalecimento de ações conjuntas com os governos. E falamos de alianças sem a participação da indústria de alimentos infantis porque é legítimo que as corporações tenham interesses privados de lucro, pois para isso foram criadas. Entretanto cabe ao Estado, suas instituições e ONGs defenderem os interesses públicos e o direito à amamentação, com políticas e programas bem estruturados, eficientes e adequadamente financiados e avaliados. Falamos de alianças que priorizam a ação conjunta com os movimentos sociais, organizações e grupos, academia e outros que lutam pelo bem comum. Falamos de alianças que vigiem ativamente para que as indústrias de alimentos infantis nunca contraponham seus interesses à saúde e ao bem-estar da população. Cada aliança deve ter salvaguardas claras para prevenir e evitar possíveis conflitos de interesses. (CEFEMINA, 2017)
Entenda um pouco mais sobre a proposta da SMAM2017 e saiba como se juntar a nós nessa luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário