Uma homenagem à mulher-mãe!

"E num dia de bendita magia, numa explosão de luz e flor, num parto sadio e sem dor, é capaz, bem capaz, que uma mulher da minha terra consiga parir a paz. Benditas mulheres." Rose Busko

terça-feira, 10 de maio de 2011

Diário de um Grávido

Inspirado em um blog de mesmo nome (diariogravido.com.br), que alcançou uma legião de fãs e se tornou referência de uma nova geração de pais ativos e participantes, o livro aborda, de forma bem-humorada, o que os homens pensam e sentem durante a gravidez. Momentos de surpresa, descobertas e de verdadeiro pânico tomaram conta do jornalista. “Eu estou grávida”, dispara Ana. “Ah, fala sério”, diz Kaufmann, acreditando se tratar de uma pegadinha. “Me dou conta de que não tem nenhuma câmera escondida e começo a hiperventilar”, relata o autor já no primeiro capítulo do livro.
As aventuras do jornalista foram divididas em quatro partes, incluindo os três trimestres que contemplam a gravidez, o nascimento e os primeiros dias de convívio com a filha. O autor fala sobre a emoção de ver o feto no primeiro ultrassom. “Súbito você descobre que tem uma pessoinha lá dentro, praticamente feita de pixels, e com um coração que bate”, revela. Mostra as mudanças de comportamento e as inevitáveis alterações de humor das grávidas. “Não tendo aprendido nada sobre o senso de humor das grávidas, tive que disputar com os gatos um lugar no sofá, onde passei a noite”, conta o autor em um dos trechos em que aborda as inúmeras oscilações no temperamento da grávida.
O livro também traz relatos sobre o aprendizado necessário para ser pai de menina, as aflições, os medos e as inseguranças que isso traz ao futuro pai, e também os inevitáveis comentários dos amigos. Ele explica que é como se acordasse um dia do outro lado da piada, subitamente transformado em papagaio ou português.

Resenha original aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário