Uma homenagem à mulher-mãe!

"E num dia de bendita magia, numa explosão de luz e flor, num parto sadio e sem dor, é capaz, bem capaz, que uma mulher da minha terra consiga parir a paz. Benditas mulheres." Rose Busko

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Relato de uma doulagem...

Poucas vezes ao longo de minha trajetória me deparei com cenas realmente poéticas em uma cena de parto... não que os parto sejam comuns - cada nascimento tem sua poesia - mas poucas vezes vejo tanta cumplicidade e integração entre um casal como vi no parto de hoje.

Algumas vezes é a parturiente quem fica arisca, outras é o companheiro, mas neste caso tive a oportunidade ímpar de presenciar um balé de harmonia. E nesta cena tudo o mais estava sobrando - deixei-os à sós o quanto pude, mas naquele momento lamentei estarmos num ambiente hospitalar onde privacidade nunca é uma prioridade.

E apesar de todos os revezes, entre carinhos, gemidos, orações e muitos incentivos Tecca e Tom souberam dar a pequena Clara uma linda recepção, proporcionando para seu nascimento uma atmosfera de fé, amor e harmonia num belo parto de cócoras.

Foi um prazer e uma honra poder fazer parte desta história!

Um comentário:

  1. catia.
    tudo isso nao seria possivel sem vc,agradeço a Deus por colocar vc em nosso caminho e nos proporcionar esse momento tao especial. mesmo vc falando que só acompanha a gestante ate o nascimento sinto lhe informar que isso nao sera possivel pois vc agora faz parte dessa familia,
    obrigado por tudo.
    tecca,tom e clarinha.

    ResponderExcluir